E o trânsito de Belém…


  • Do site da CMB:

Durante Sessão Especial convocada pelo vereador Carlos Augusto, o promotor de justiça de defesa do meio ambiente Benedito Wilson Sá, fez uma séria denúncia. Segundo ele, quando em visita ao Rio de janeiro, tomou conhecimento de que empresários dali estariam mandando sucatas de ônibus para Belém para serem utilizados no trânsito da capital paraense. Segundo o promotor, esses ônibus são retirados da frota carioca após cinco anos de uso, tempo de vida que é permitido para cada veículo no transporte coletivo naquela capital.sessao especial transito de belem carlos augusto 24.09 020

Wilson confirmou que já entrou com uma ação junto a CTBel, pedindo informações sobre o número de ônibus, a quem pertencem e tempo de uso de cada veículo. Segundo ele, sabe-se que há muitos anos, os empresários do setor de transporte público de Belém não investem em ônibus novos, ludibriando a população com ônibus velhos e recuperados em outras praças. Ele confirmou que na segunda-feira, 27, ingressará com uma ação para proibir a entrada em Belém, de veículos pesados acima de 4 toneladas. Benedito Sá foi o autor da ação que culminou com a proibição do desembarque de caminhões com cargas vivas (bois) nos portos de Belém.

No que se refere a melhoria do sistema de transito em Belém, o promotor e os demais participantes da sessão que se pronunciaram, concordam que o transito está Caótico, falta investimento da Prefeitura no setor, maior fiscalização, construção de um terminal de integração, mais ciclovias, aumento do efetivo da CTBel através de concurso publico e reordenamento das linhas, são algumas das sugestões propostas para evitar que o transito de Belém entre em colapso total já em 2014 como já foi prognosticado.

Por outro lado o coordenador do DETRAN Walter Aragão questionou a falta de uma ação integrada entre União, Estado e Município. Segundo estatística, somente até 1º de julho deste ano, Belém já havia registrado mais de 4.000 acidentes com 40 óbitos. Walter Aragão também revelou que o DETRAN implantou um serviço 24h integrado com o CIOP, visando atender a população através do nº 190.

sessao especial transito de belem carlos augusto 24.09 009 O vereador Carlos Augusto, diante das denúncias formuladas pelo promotor Público afirmou que medidas severas deverão ser tomadas contra o governo municipal, se possível até mesmo junto ao judiciário visando restabelecer a dignidade do belenense. O ponto negativo da sessão, na concepção, do vereador Carlos Augusto, foi a ausência da CTBel ou seu representante, cujo assunto está diretamente ligado aquele órgão. Todas as sugestões feitas durante a sessão, serão transformadas em requerimento que será encaminhado ao Executivo Municipal.

 

A Ctbel e a Seurb não deram as caras na audiência pública sobre o trânsito de Belém, hoje de manhã, na Câmara. Aliás, o único órgão da prefeitura presente foi a Guarda Municipal, cujo representante entrou mudo e saiu calado. O da Arcon também nada disse nem lhe foi perguntado. Pior é que a maioria dos vereadores não prestigiou a sessão, embora o tema seja literalmente caso de vida e morte dos munícipes pelos quais prometeram trabalhar. Apenas os vereadores Carlos Augusto – autor da proposta e presidente da sessão -, Fernando Dourado, Cobrador Pagador, e Otávio Pinheiro participaram.

O promotor de Justiça Benedito Wilson Sá fez um pronunciamento irretocável, em que abordou todos os pontos críticos do trânsito, e revelou que amanhã mesmo entrará com uma ação para disciplinar o tráfego de carretas na área urbana, limitado ao período entre as 21 horas e as 6 da manhã.

Um cidadão cobrou do Judiciário o engavetamento do processo contra os culpados pelo atropelamento e morte de seu filhinho, há dois anos. Já trocaram três juízes e o processo não anda.

A sessão foi bem movimentada, com duração de cerca de três horas. Se a Prefeitura não fizesse ouvidos moucos, teria levado uma lição de cidadania, porque todos os que se manifestaram levaram sugestões, passando pela educação para o trânsito desde a pré-escola, construção de passarelas para pedestres, ciclovias, desobstrução das calçadas, substituição dos ônibus sucateados, imundos e inseguros, transporte público integrado em toda a RMB, metrô de superfície, fiscalização efetiva e atuação integrada da administração pública. O problema, como ninguém ignora, é de gestão.

A novidade foi a participação ativa de blogueiros e twitteiros, como Ver. Carlos Augusto, Tiago Paolelli, Belém Trânsito, Gilton Paiva, Juventude Democratas do Pará e Franssinete Florenzano.

Participe do debate...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s