Prefeitura de Belém omite a verdade!


Estive fazendo uma pesquisa e no site da Prefeitura de Belém (www.belem.pa.gov.br) encontro o banner “canteiro de obras” falando das obras feitas pela Prefeitura Municipal. Se somarmos os recursos destinados à Capital e compararmos com as “obras” podemos comentar que seria cómico se não fosse trágico!

Recursos mal aproveitados, promessas eleitoreiras, simples inauguração e em alguns casos só a inauguração e finalização do serviço logo após, enfim, como diria o jornalista: “é uma VER-GO-NHA!”

O que diz a Prefeitura de Belém

A verdade

FARMÁCIA POPULAR
O projeto Farmácia Popular chega para se adequar à política da Prefeitura de Belém para a Saúde, que está voltada para melhorar a atenção básica. Com a Farmácia Popular é possível comprar remédios a preços bem mais baixos.

A farmácia popular foi feita com recurso do Governo Federal conseguido pelo Dep. Wladimir Costa, mas poucas são as que funcionam! a maioria só abriu as portas na inauguração e depois fechou, como a da Cabanagem!

COMPLEXO DA 25 DE SETEMBRO
O Complexo da 25 integra a política de geração de emprego e renda da PMB. O investimento atende 332 feirantes distribuídos nos setores de hortifrutigranjeiro, mariscos, farinha e alimentação.

Quando o atual prefeito assumiu a prefeitura em 2005, o dinheiro já estava em caixa. um recurso conseguido pelo Prefeito Edmilson Rodrigues. As obras já iam ser iniciadas, ele só fez concluir e inaugurar.

BONDINHO DE BELÉM
A nostalgia do início do século passado está de volta e movida a biodiesel. É a tradição e a modernidade pelos trilhos de Belém. Mais um diferencial turístico da capital paraense, o Bondinho de Belém traz o conceito de preservação ambiental.

O bondinho já estava na garagem, o atual prefeito só fez inaugurar o botão de ignição!

PRAÇA DOM PEDRO II
PMB devolve praça à Cidade Velha. A revitalização realçou detalhes arquitetônicos que resgataram a história do lugar e inseriu no centro da cidade um paisagismo com espécies regionais, numa área de mais de 18 mil metros quadrados.

A Pça. D. Pedro I foi revitalizada, o mínimo a ser feito, já que a praça fica em frente a Prefeitura, mas muitas praças de Belém estão abandonadas, como a Pça. Bruno de Menezes (canudos) e até mesmo praças populares, como a B. Campos!

CINE OLYMPIA
Reforma mantém acesa a luz da sétima arte.  Com 94 anos de história, o Olympia volta a funcionar e vai possibilitar o acesso da população à produção cinematográfica local, regional, nacional e mundial.

O Cine Olympia foi desapropriado, sofreu uma pequena reforma para o primeiro e mais importante evento que o cinema abrigou: a formatura da turma de administração da FACI que por coincidência é a turma da filha do Prefeito, Dayse Costa.

REVITALIZAÇÃO DE COTIJUBA
Em Cotijuba, a PMB inaugurou obras de revitalização do trapiche de acesso à ilha, uma nova escola de educação infantil e ensino fundamental para mais de 300 crianças e autorizou a ampliação da unidade de saúde, que ganhará uma ala cirúrgica para obstetrícia.

A única escola que a secretária Terezinha Gueiros mandou construir, uma casa pré fabricada, de baixo custo, mas o projeto não teve continuidade!

ENTRONCAMENTO
Complexo Viário garante segurança para a população e foi construído com o objetivo de transformar a realidade da principal entrada rodoviária da capital paraense. Como complemento da primeira etapa, a PMB apresentou à população de Belém o projeto do Pórtico Metrópole que, além de atender os milhares de pedestres que circulam diariamente na área, irá se tornar um marco divisório da capital com o município vizinho de Ananindeua.

O projeto do entroncamento foi executado graças a um recuso do Governo Federal conseguido pelo ex prefeito Edmilson Rodrigues e ainda não foi finalizado!

PORTAL DA AMAZÔNIA
O Portal da Amazônia é composto por dois grandes projetos: a macrodrenagem da Estrada Nova e a Orla de Belém. Com a finalização de todas as etapas do projeto, Belém ganhará uma orla com mais de 6 quilômetros de extensão que será fundamental para o desenvolvimento do Turismo na cidade e a geração de emprego e renda.

Continua sendo  maquete eleitoreira do atual prefeito!

VILA DA BARCA
21 de dezembro de 2007, uma data para ficar na história de Belém, do bairro do Telégrafo e dos moradores da Vila da Barca. Neste dia, mês e ano, 136 famílias receberam as chaves das primeiras moradias do conjunto que é o maior projeto habitacional em execução no Brasil. No local, às margens do rio Guamá, onde fica a maior concentração de palafitas da cidade, a Prefeitura de Belém, com o apoio do Governo Federal, através do Ministério das Cidades, construirá, até a última etapa,  626 unidades habitacionais. Para a execução completa do projeto, estão previstos ainda recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A grande enganação do atual prefeito que, ao assumir a prefeitura, já havia recurso do Governo Federal e devido aos desvios das verbas não foi concluida nem a primeira etapa. Os recursos para as demais etapas foram bloqueados pelo TCU por causa dos desvios e superfaturamento da obra.

Um comentário sobre “Prefeitura de Belém omite a verdade!

  1. É triste, Gilton. Vou te linkar no meu blog. Abs

Participe do debate...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s